PARA OUVIR: “As políticas de educação infantil são um direito das crianças e também das mulheres”, afirma Raquel Lyra

Prefeita da cidade pernambucana de Caruaru, Raquel Lyra foi a primeira mulher eleita ao executivo local, ainda em 2016. Reeleita no último ano com mais de 100 mil votos, é hoje também Presidente do G100 (grupo das cidades com mais de 80 mil habitantes e alta vulnerabilidade socioeconômica e baixa renda per capita), dentro da Frente Nacional dos Prefeitos, FNP. Essa posição de liderança reflete o trabalho que a prefeita da maior cidade do interior de Pernambuco tem desenvolvido em sua gestão, especialmente em políticas para as crianças.

Nossa convidada do último episódio do podcast Futuros Urbanos contou mais sobre a entrada de Caruaru na Rede Urban95 Brasil, os desafios e investimentos da cidade e políticas para bebês, crianças pequenas e seus cuidadores. “Fui eleita com um grande sonho, escrito em meu plano de governo, que é transformar a cidade pela educação. Poder garantir às crianças desde cedo o desenvolvimento integral em suas várias faces de sociabilidade, educação, nutrição”, se apresenta Raquel.

Ouça a conversa completa:

Para tal, o maior desafio da prefeita tem sido a expansão da rede escolar, que foi quadruplicada desde o início da gestão, além de passar por uma expansão e requalificação dos espaços infantis. O programa “Primeira Infância de Caruaru” agrega programas intersetoriais do município e que tem como foco os bebês e crianças pequenas, de forma que os serviços cheguem integrados. A Prefeitura tem investido no uso e análise de dados para aprimorar os serviços públicos e cercar as crianças do que precisam para ter suas necessidades de desenvolvimento plenamente atendidas.

Raquel Lyra reforçou também a importância da Rede Urban95 na avaliação dos impactos e resultados das políticas que a cidade tem desenvolvido. “As trocas com outras cidades, o uso de tecnologia e a integração de dados fez com que Caruaru desse um grande salto de qualidade e eficiência na oferta de serviços. Afinal, infância só temos uma, não podemos perder as crianças que estão aqui e agora”, completa a prefeita.

Fortaleza e Jundiaí são algumas das cidades da Rede que já estão compartilhando experiências com Caruaru, um trabalho em conjunto e que corta caminhos para a gestão. Na conversa Raquel reforçou também a importância de sensibilizar as equipes, e afirma que os servidores de Caruaru estão passando por uma grande transformação em seu modelo mental. A prioridade de Caruaru é a primeira infância, que está sendo considerada desde o desenho de cada programa e projeto.

A cidade está desenhando a primeira conexão de um centro de educação infantil para a estação ferroviária da cidade, uma intervenção em parceria com a Rede Urban95 para adaptar o percurso das crianças, desde a saída da escola. Observando calçadas e ruas seguras, intervenções urbanas lúdicas e outras ideias inovadoras, a Caruaru se prepara para construir uma cidade melhor para todas as crianças.