Planejamento e design urbano family-friendly

O planejamento urbano é composto por uma série de soluções e estratégias que melhoram a vida das pessoas na cidade. Para que ele seja realmente efetivo, é interessante ter um olhar intersetorial e amplo, para que todos os habitantes do espaço tenham segurança, conforto e acessibilidade. 

Veja, neste post, tudo que você precisa saber sobre o planejamento e design urbano family-friendly. Acompanhe!

O que é o planejamento urbano?

Planejamento urbano é o conjunto de estratégias, serviços e programas realizados para melhorar a qualidade de vida dos habitantes de determinados espaços. 

Esses habitantes não precisam ser necessariamente os que estão na vida adulta, sendo que é essencial pensar na população idosa e infantil do local para obter os melhores resultados no planejamento.

Por meio do planejamento urbano, é possível criar iniciativas para melhorar ou revitalizar áreas urbanas de uma cidade, por exemplo, fazendo com que seus moradores tenham mais segurança, atividades de lazer, entre outros.

Como a Urban95 trabalha para garantir as necessidades e bem-estar das famílias 

A Urban95 atua de maneira estratégica para proporcionar uma sensação de maior bem-estar para as famílias. Isso é feito por meio do cuidado voltado aos bebês e crianças pequenas, que especialmente precisam de cidades mais seguras, saudáveis, com serviços facilmente acessíveis, espaços interessantes, entornos saudáveis com níveis seguros de qualidade do ar e pouca poluição sonora e uma vida comunitária animada e que apoie o bem-estar da família.

O espaço público pode ser ainda um incentivo à intensidade e qualidade da relação das crianças pequenas e bebês com seus cuidadores. Para isso, o planejamento urbano precisa pensar em aspectos de um design para o cuidado, que considere o estratégico do espaço público, planejamento de bairro, rotas de transporte seguras e meios de transporte que tornem fácil, seguro, acessível e agradável o deslocamento de famílias com crianças pequenas.

O espaço público deve contar com acomodações confortáveis e acessíveis para os pequenos. Eles também devem ser formulados para criar interações de qualidade entre adultos e crianças, ajudando a fortalecer os laços entre eles. Planejar e criar para bebês e crianças pequenas significa planejar e criar para as pessoas que cuidam deles também. 

Bebês e crianças pequenas não passeiam sozinhos pelas cidades – são aqueles que cuidam deles que decidem para onde irão e quanto tempo permanecerão. Esses cuidadores precisam se sentir seguros e confortáveis – o que pode ser propiciado por uma boa iluminação, árvores que façam sombras, zonas de proteção entre a calçada e a rua, bancos e banheiros.

Já o planejamento de bairro precisa ser realizado com foco na facilidade de acesso aos serviços essenciais. Existe uma proposta para que os espaços sejam organizados para que uma mãe com seu filho pequeno possa chegar aos serviços que precisa em até 15 minutos. Isso facilita os cuidados, agiliza o acesso aos serviços e é mais seguro.

Por fim, podemos falar do transporte, que deve ser extremamente seguro, independente do formato escolhido, seja ele andar a pé, de bicicleta, de carro ou de ônibus. Hoje em dia, o ato de andar até os lugares é a forma mais tranquila de fazer um trajeto curto com as crianças. Dessa forma, deve-se ter um foco em acessibilidade, segurança e possibilidades de interações entre crianças e cuidadores.

Principais vantagens

As principais vantagens de contar com um planejamento e design urbano family-friendly são a segurança proporcionada para todos os envolvidos, a acessibilidade criada entre os espaços públicos e o conforto oferecido, que também contempla bebês, crianças e cuidadores. 

Além disso, os espaços planejados são mais estimulantes, proporcionando a realização de brincadeiras e explorações infantis mais interessantes e seguras, incentivando a qualidade de vida nas cidades. 

Tudo isso vem acompanhado de benefícios internos para todos. No caso dos cuidadores, por exemplo, pode-se pensar em um planejamento que minimize as fontes de estresse, fazendo com que a saúde mental deles também seja priorizada.

Uma cidade boa para bebês é boa para todos

Tudo que foi mencionado neste post pode e deve ajudar as cidades a ficarem mais seguras e agradáveis para todos os públicos. Por mais que façamos aqui um compilado de soluções específicas para bebês e crianças, todos os envolvidos podem se beneficiar com as mudanças propostas. 

Isso acontece por conta de um princípio universal do design: “Se um espaço é seguro, limpo e interessante o suficiente para um bebê, é provável que ele seja bom para todos”. Além disso, um design amigável às famílias pode aumentar a resiliência climática da cidade, gerar enormes benefícios econômicos e oferecer uma plataforma para investimentos que tendem a unir forças políticas.

Conheça a iniciativa Urban95

A Urban95 é uma iniciativa da Fundação Bernard van Leer que proporciona uma agenda de sustentabilidade urbana, incluindo diversos aspectos das cidades, como o ambiental, cultural, econômico, social, entre outros. Entre no site da Urban95 e veja as mudanças focadas na primeira infância que essa iniciativa promove nos espaços públicos!